Sinope

 

Na África, as estórias não são contadas na língua do dia a dia. A contação de estórias requer uma linguagem sagrada embebida de impressionismo. Portanto, neste conto belamente apresentado cuja narrativa se localiza no Município do Huambo na região do Planalto Central de Angola, o autor nos entrega todo o complexo cultural dos habitantes da aldeia de Lunge: a beleza da sua paisagem natural, suas crenças, seus mitos e superstições...
Além de um vocabulário rico em palavras expressivas, a feitiçaria e a prática da bruxaria são abordadas como parte de uma lógica estruturante da sociedade para explicar as formas de controle, para justificar as diferenças de poder ou mesmo as manifestações metafísicas.


PROVIDENCE BAMPOKY
Pesquisadora Senegalesa, Doutoranda em Teoria e História Literária pela Unicamp.

 

É maravilhoso constatar um aspecto muito importante que eu chamo de missão artística nesta obra, que é o outro lado do retrato do Reino do Mbailundo, com uma profunda relevância no conto, a valorização e o enaltecimento das línguas locais, nomes identitários, regiões, tradições, hábitos, costumes, uma verdadeira viagem ao coração da literatura africana.


JOÃO CANDA
Escritor Angolano, Editor e CEO da Literáfrica

 

SOBRE O AUTOR

 

Isidro Sanene é angolano, professor, escritor, artista plástico, produtor cultural, palestrante e arte educador.

Maria Madalena, O Mito Africano - Isidro Sanene (Conto, Angola)

REF: MM.MA.IS.L2011
R$ 40,00Preço

- Conto Africano - Angola

-Formato do Livro: 20x20

-Capa :4X0 cores lenda

-Papel da capa: Triplex 250g/m² com orelha de 70mm

-Acabamento. Plastificação Brilho ou Fosco

-Miolo Papel Pólen

- Páginas 58

Sengola - Lina Alexandre (Angola)
00:00 / 00:00

© 2020 Criado pelo Literáfrica. Termos de Uso | Política de Privacidade